domingo, 3 de fevereiro de 2013

O amante de Lady Chatterley

Bom dia


Por esses dias deixei de lado o livro cinquenta tons de cinza com todo o seu erotismo e fui terminar de ler o livro O AMANTE DE LADY CHATTERLEY do Autor D.H. Lawrence,
Ganhei esse livro no final do ano passado, estar mais ou menos com um mês ou dois. É um livro de romance com uma pitada de erotismo, obviamente que nos dias de hoje
podemos dizer que é um erotismo muito básico isso se você colocar de frente com os livros atuais do mesmo gênero.

O Livro foi escrito no começo do seculo xx mais exatamente no anos de 1915 e 1928 e foi um livro censurado naquela época, David Herbert Lawrence, foi marcado como um autor
maldito, pervertido e pornográfico. Bem isso foi muito tempo atrás assim como outros livros que falavam algo mais íntimo ou um livro que estava fora dos costumes e da moral da sociedade daquela época era considerado ruim e pornográfico mais que hoje são considerado clássicos pois mesmo depois de tanta repreensão eles ainda sobrevivem e mostram um lado da sociedade que era proibido os pensamentos secretos, sexo explícito, intimidades de um casal enfim algo que hoje é normal, mais que a 100 ou mais anos atrás era proibido, trancado a sete chaves.

Bem, nunca demorei tanto para ler um livro como demorei a ler esse muitas vezes perdi a vontade de ler, não sei porque esse livro foi tão proibido pois são poucas as páginas que mostra a intimidade dos personagem no restante o autor ele filosofa demais, os personagens filosofam demais, principalmente o personagem Clifford o esposo de lady chatterley, tive uma impressão que o autor fez esse livro foi para apunhalar a sociedade daquela época, ele juntou duas coisas o seu desprezo pela a sociedade moralista
e o desprezo da sociedade sobre o sexo, porque isso era só falado entre quatro paredes e olhe lá.

Alem é claro que podemos perceber como nós mulheres eramos vista perante a sociedade masculina as mulheres eram consideradas fúteis e só serviam para aqueles momentos e para educação dos filhos.
E claro que dá para perceber que eles tinham certeza que não tínhamos inteligencia, apenas o essencial a inteligencia de procriar a raça.

É um livro que posso dizer que é chato e empolgante ao mesmo tempo. O livro só foi me prender quase no final.

Claro que a filosofia que o autor faz, ele te mostra um pouco da sociedade e a industria conservadora da Inglaterra no seculo XX.

Você tem que ler esse livro calmamente pois se não, você não vai entender nada.


MAIS INFORMAÇÕES

O Livro conquistou o mundo do cinema eu ainda não assistir então não sei se ele é fiel ao livro mais aqui vai algumas informações:

Título Original:
Lady Chatterley's Lover
Sinopse: Adaptação do romance escrito por D.H. Lawrence, aqui com a carga erótica acentuada, sobre a bela e nobre Lady Chatterley. Depois que o marido descobre ter ficado impotente, Chatterley fica dividida  entre o amor que ainda sente por ele e seus desejos físicas. O marido logo percebe tanto a tristeza quanto a carência da esposa. E assim consente que Lady Chatterley possa encontrar outras maneiras de satisfazer suas necessidades carnais

Em DVD
- 1981 (Mundial)
104 min - Romance
Direção:
Just Jaeckin
Roteiro:
Christopher Wicking, D. H. Lawrence,

Elenco:
Ann Mitchell (Ivy Bolton)
Anthony Head (Anton)
Bessie Love (Flora)
Elizabeth Spriggs (Lady Eva)
Frank Moorey (The Priest)
Nicholas Clay (Oliver Mellors)
Pascale Rivault (Hilda)
Peter Bennett (Field)
Shane Briant (Sir Clifford Chatterley)
Sylvia Kristel (Lady Constance Chatterley)

Países de Origem:

Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte

Estreia Mundial:
1981

OBS: INAPROPRIADO PARA MENORES DE 18 ANOS

TREILLER

é UMA pena que ele estar em inglês mais assim vocês podem ter uma primeira impressão.


CENAS DO FILME





1 comentários:

Kleiton Gonçalves Bezerra disse...

Vi a adaptação com Sylvia Kristel (essa mulher tão importante para minha infância, recentemente falecida), há anos.

Não li o romance. Até leria, se tivesse mais tempo. Mas sempre fico me perguntando porque as pessoas leem mais obras como essa trilogia dos "tons de cinza" e deixam livros realmente bem escrito de lado...

Boa postagem.

Abç!

domingo, fevereiro 03, 2013 1:22:00 PM

Postar um comentário

Muito Obrigado pelo comentario
Um grande beijo!
Wanderléa Diógenes

 

©2011O Mundo da Léa | by TNB