sexta-feira, 15 de abril de 2011

UMA BREVE APRESENTAÇÃO

Bem é difícil escrever sobre o que pensamos,Minha cabeça agora gira em 360º graus, Por que fico imaginando como começar. Ou que dizer. Sou uma Garota comum de 21 anos de idade, que sonha, que chora. A primeira impressão que as pessoas tem de mim é que eu sou forte. Mais na realidade não sou tão forte assim. Amo ler livros e poxa nesta semana gastei por volta de R$60,00 REAIS em livros. é muito para uma pessoa que estar apenas estagiando e ganhando por volta de R$350,00 REAIS. Não tenho pena não pois envestir em cultura nunca é demais. Amor ler dos mais variados títulos. E claro que no próximo mês comprarei mais.
Música eu adoro, neste período estou ouvindo mais músicas celtas. é otimo para a alma. Claro que não deixo de lado a minha Musa Paula Fernandes. Amo a voz dela o jeito doce de ela ser. e Claro as músicas.
Mas hoje logo de cara gostaria de dizer a vocês o que sinto hoje.
Hoje nesse minuto estou triste.
Hoje já não tenho mais uma mãe, minha querida mãe faliceu em setembro de 2010. faz 7 meses que já não a tenho do meu lado. Só quem sabe mesmo como é essa dor é quem já passou. É difícil é, mais não impossível, vivo a cada dia com uma vitória,Pois é mais um dia que vivo sem ela. Mais não vou mentir para você, fico feliz por ELA já não estar mais sofrendo, Por que a cada dor que ela sentia eu sofria junto com ela. Assim ela já não estar mais sofrendo e sim descansando. Meus amigos quem ama de verdade só quer o bem para o amado, e meu amor foi tão forte que prefiro assim, estou longe dela e jamais poderei vê-la novamente, sofro, mais fico feliz por ela não estar mais sentindo dores. A morte vem para todos mais cedo ou mais tarde. A vida continua. Mas posso afirmar que a dor de quem fica é muito grande, mais nada melhor que o tempo. o tempo cura todos os máles. quando não cura amenisa a dor. Hoje ficarei por aqui e deixo essa reflexão: "Todos nós já perdemos alguém que amamos, e compartilhamos de alguma forma essa dor. Pensem comigo, Essa pessoa no meu caso minhã mãe não morreu por completo, eles deixaram ensinamentos, alegrias. conselhos. No meu caso eu sou um pedaço dela. então ela não morreu por completo, pois tudo o que sou devo a ela. O que morreu foi apenas o corpo por que o mais importante eles deixaram que foram suas ações." Hoje dedico a você: Maria de Fátima Pontes Diógenes, Minha querida Mãe

3 comentários:

vivian disse...

parabens continue assim. adorei mal posso esperar outros textos

sexta-feira, abril 15, 2011 9:57:00 PM
edureggae disse...

parabéns por seu gesto maravilhoso e guerreiro que DEUS TE ABENÇOE E ILUMINE SEU CAMINHO

sexta-feira, abril 15, 2011 10:01:00 PM
argeu disse...

você escreve muito bem me surpreendeu, dificilmente alguém me surpreende, gostei mesmo de verdade, quase que eu choro quando falou de sua mãe, já perdi uma pessoa importante sei o quanto é difícil,desejo sorte na sua caminhada, e siga o caminho do bem que você chega lá.

domingo, abril 17, 2011 3:28:00 PM

Postar um comentário

Muito Obrigado pelo comentario
Um grande beijo!
Wanderléa Diógenes

 

©2011O Mundo da Léa | by TNB